Cap. 148: Téo escuta uma conversa de Giuseppe e Fiorina e se preocupa

No capítulo de Cúmplices de um Resgate do dia 24 de fevereiro, quarta-feira, Meire pensa em fazer uma macumba para limpar a alma de Dinho que está mesmo gostando da banda C1R. Logo em seguida Meire, ao lado de Dinho, invade o apartamento das crianças para concretizar a purificação do local. Os dois acabam jogando pipocas sobre as crianças. Priscila vai até a casa de Regina onde começa a ter aulas com um professor de dança ao lado da Isabela.

Otávio dá a notícia para Tomás de que ele foi oficializado no cargo de diretor financeiro. Fiorina recebe alta e ao chegar em casa é recepcionada por todos com muita alegria. Téo canta uma música para Fiorina. Fiorina fica emocionada com a atitude de carinho de todos. Omar resolve ir até o kart conversar com seu amigo Benjamin. Omar conversa com Benjamin e revela que no vilarejo só tem jecas.

Capítulo 148 Cúmplices Resgate

Téo escuta uma conversa de Giuseppe e Fiorina e se preocupa

 

Téo escuta uma conversa entre Giuseppe e Fiorina onde eles discutem o que será da sapataria e da sorveteria quando eles morrerem. Eles ainda acrescentam que Pedro decidiu partir para o ramo da veterinária e que Téo não teria condições de administrar os dois empreendimentos.

Bira e Letícia vão até o cinema juntos. Bira diz a Letícia que a ama muito, mas ela não gosta e diz que um primeiro encontro ninguém pode dizer esse tipo de coisa. Téo vai conversar com Manuela e diz o que escutou sobre a conversa dos pais e a menina motiva ele.

Joel vai procurar Omar no vilarejo. Téo decide tentar preparar o sorvete sozinho mas acaba se machucando. Joel vai até a casa de Mateus para saber onde Omar está.

LEIA TAMBÉM:

Capítulo 148 de Cúmplices de um Resgate